NEGRITUDE E ALGODÃO

17 Jan 2018
Pessoal
Processed with VSCO with n1 preset

NEGRITUDE E ALGODÃO

Os corpos transpirados transportam o algodão para a casa dos senhorios onde serão flagelados pela fome e corrompidos pela desgraça e falta de humanidade. O branco das fibras é manchado pelo sangue que jorra da carne cansada e destruída pelo trabalho escravo. A luta pela vida é diária assim como o é o desrespeito pelos direitos humanos.

É neste cenário que os meus antepassados foram agredidos, violados e mortos. As feridas da Escravatura encontram-se abertas na minha dimensão humana e o sangue – quente – de que delas escorre é evidência de alguém que é agredido pelo seu passado. (Meu Deus: Batiza-me; renova em mim a promessa de uma vida livre e generosa – abençoada!).

A Educação é o perdão de que todos os negros necessitam, mas muitas vezes revela-se insuficiente quando nos beijam na boca e nos cospem para o interior de uma abertura que se vê silenciada pela dor. Ainda choro todas as chicotadas que levei e me fustigaram o corpo. Que a Educação seja o bálsamo de todas as feridas. Está tudo em Ti!

CARTER B. REY

  • Blogue
  • Carter B. Rey
  • Days of Light and Fights
  • Desenvolvimento Pessoal

Deixe uma resposta