PEQUENOS PASSOS

22 Jan 2018
Pessoal
LMNFAAMNVTE2017061418022214062017

PEQUENOS PASSOS

A tristeza continua a tingir os meus dias prometendo a chuva ácida que é promessa num céu cheio de nuvens – cinzentas! Ela bate forte. Ela continua a manifestar-se num cenário em que os sonhos se encontram desvanecidos por um tempo, também ele cinzento. A depressão é viver numa cela em que as tintas das paredes são negras, da cor do petróleo.

Ela segue pela calada da noite e faz-se presente num tempo que, por ido, deixa saudades.  Um tempo em que brota uma falta de emoção generalizada; um tempo que não se dirige para porta nenhuma. A dor é a certeza: um flagelo que queima na garganta e irrompe pelo silêncio da madrugada para se fazer presente nas palavras não ditas, não expressas.

Fico numa casa em que a porta está escancarada mas em que o ar não passa (não existe vida!); o ar não circula e mancha os meus dias cheios de indecência por não se cumprir uma vontade maior. Os dias passam e com eles passam a vida que não volta. Será que viverei para sempre nesta condição? Liberta-te dos teus fantasmas. Está tudo em Ti!

CARTER B. REY

  • Blogue
  • Carter B. Rey
  • Days of Light and Fights
  • Pessoal

Deixe uma resposta