PSIQUIATRIA E SAÚDE MENTAL – OS DESAFIOS DE UM ATLETA COM UMA DOENÇA MENTAL – PARTE XVII

10 Out 2018
Desenvolvimento Pessoal
c04

PSIQUIATRIA E SAÚDE MENTAL – OS DESAFIOS DE UM ATLETA COM UMA DOENÇA MENTAL – PARTE XVII

Hoje é o Dia Mundial da Doença Mental; neste dia, como doente mental, gostaria de fazer um enaltecimento a todas as pessoas que vivem na mesma condição que eu.

Enquanto pessoa que luta todos os dias contra o estigma da doença mental gostaria de deixar uma palavra para o público que não tem a capacidade de calçar os sapatos de quem constantemente luta a favor da sua emancipação enquanto ser humano; não esperamos que tu nos aceites mas simplesmente respeites a nossa vulnerabilidade.

Acredita em mim quando te digo que não é fácil. Todos nós temos os nossos defeitos inseguranças, pontos menos fortes ou positivos; um doente mental tem tudo isso mais uma pedra que pesa toneladas às suas costas e da qual não se consegue desembaraçar com a facilidade de quem bebe um copo de água. É TRAMADO viver neste limiar da existência humana onde somos sugados para os mais cavernosos e obscuros buracos da consciência inconsciente que nos atira para um mar de sargaço onde reina a incerteza de uma novidade incerta e modificada ao ritmo das perturbações neuronais de que somos castrados.

Sê mais humanista e abraça uma causa que pode não criar um vínculo de identificação, mas que participa da tua essência. Se lutas todos os dias para ser uma pessoa melhor, veste a tua camisola e sai à rua com um sorriso no rosto porque nunca serás colocado em causa por ninguém exceto por ti mesmo. Não te esqueças – Está tudo em Ti!

  • Blogue
  • Célio Dias
  • Days of Light and Fights
  • Desenvolvimento Pessoal